Acupuntura contra a dor

Certamente você já ouviu falar ou conhece alguém que já se beneficiou dos resultados dessa técnica milenar chinesa.

No Brasil, a Acupuntura foi reconhecida pelo Conselho Federal de Medicina em 1995. Já a Organização Mundial da Saúde publicou, em 1979, uma lista com 41 doenças que, por estudos científicos realizados durante 25 anos, apresentaram excelentes resultados de melhora significativa com a acupuntura. Isso não significa deixar de lado o tratamento convencional proposto por médicos e outros profissionais de saúde. A Acupuntura é um tratamento terapêutico complementar.

Resumidamente, a Acupuntura é eficaz para auxiliar no combate a questões de saúde relacionadas à dor e inflamação. A técnica consiste na introdução de agulhas em pontos específicos do corpo para aliviar dor e tensões.  Cerca de 300 pontos nervosos podem ser alcançados com essa prática. Esses pontos são altamente sensíveis, concentram um grande número de terminações nervosas, que ao serem estimulados ou bloqueados, regulam as funções orgânicas do corpo provocando uma significativa melhora dos quadros sintomáticos de determinadas doenças. 

Uma delas é a famosa dor nas costas. De acordo com os médicos, a degeneração da coluna ocorre a partir dos 25 anos de idade. Pacientes com dor na coluna lombar – lombalgia – se beneficiam da acupuntura. Estudos apontam que o tratamento é eficaz contra dores provocadas por hérnias, estresse, excesso de carga ou problemas musculares. Os principais efeitos são: combate à dor e relaxamento.

De acordo com o Instituto de Ortopedia do Hospital das Clínicas em São Paulo, apenas 3% dos casos de dor nas costas demandam cirurgia, enquanto 97% são resolvidos com terapias como a acupuntura. Cerca de 10% das pessoas não respondem ao tratamento com agulhas, que devem ser finas, pequenas e sem ponta.

Recentemente, a cantora americana Lady Gaga cancelou o seu show marcado para ocorrer na edição brasileira do Rock In Rio 2017 devido a dores provocadas pela Fibromialgia. Quem sofre desse transtorno sabe o quanto ele é resistente ao tratamento-padrão. Combinada a outros cuidados clássicos, a acupuntura também ameniza as repercussões dessa condição dolorosa.

Se você ainda não usufruiu dos benefícios da acupuntura por medo de agulhas, saiba que as agulhas de acupuntura convencionais são até 10 vezes mais finas que as agulhas utilizadas para injeções e testes de sangue, pouco se percebendo a sua presença no corpo. Além disso, o acupunturista poderá recomendar outras técnicas para a estimulação dos pontos como a ventosaterapia (colocação de uma ventosa por sucção sobre a pele), a moxabustão (espécie de estímulo térmico indolor, pela combustão da erva Artemisia sinensis e Artemisis vulgaris) ou ainda a Auriculoterapia (a aplicação de sementes nas orelhas).

A sessão de acupuntura também é um belo mimo para si ou para presentear uma pessoa querida. É uma oportunidade única para relaxar, dispersar a ansiedade, acalmar a mente e reequilibrar as energias. Experimente!