Clareamento Dental: diga não ao desconforto e sensibilidade

Inúmeros são os relados de pacientes que sofreram algum tipo de sensibilidade e desconforto ao realizar clareamento dental tradicional, popularmente conhecido como caseiro. Essa possibilidade é relacionada à concentração de Peróxido de Hidrogênio existente no gel clareador e é vista na Odontologia como efeito secundário direto por causar irritações nos tecidos suaves da boca ou provocar sensibilidade dentária térmica.

Felizmente, a Odontologia Moderna pôs fim a essas reações adversas. O Clareamento a Laser que utiliza Nanotecnologia e concentração de apenas 6% de Lase Peroxide Lite promete o fim do desconforto e o controle da sensibilidade provocado pelos tratamentos convencionais seja o clareamento com gel caseiro ou o clareamento a laser tradicional. A cirurgiã-dentista Márcia de Brito e Cunha esclarece que isso é possível porque o tratamento pode ser adequado ao histórico clínico de cada paciente.

A contadora Andreia Levien Biehl relata que sentiu dor e sensibilidade quando fez o clareamento com gel. “A gengiva ficava bastante vermelha”, conta. E acrescenta: “Parece que o caseiro é mais forte e que por isso deveria ser melhor, mas não. Recentemente fiz duas sessões de clareamento a laser e não senti nenhum desconforto. A gente percebe que ele é suave, menos agressivo e mais seguro. Até o branco que fica nos dentes é diferente”.

Lase Peroxide Lite 6% é um produto inovador com alto poder clareador que faz uso da mais atual tecnologia em clareamento dental por utilizar um fotocatalisador nanoparticulado. Além disso, tem seu desempenho melhorado ao ser associado ao laser que emite a luz violeta e infravermelha.

 A sua fórmula atua oxidando os pigmentos orgânicos – e alguns inorgânicos – que se encontram tanto no esmalte quanto na dentina. Essa ação de oxidação é intensificada pela presença de um fotocatalisador nanoparticulado, que age somente sob a irradiação luminosa adequada. Devido à presença desse novo fotocatalisador nanoparticulado, foi possível a redução da concentração do peróxido de hidrogênio no gel clareador sem, contudo, perder eficiência no processo, agregando maior segurança e menor risco de ocorrência de hipersensibilidade para o paciente.