Sem categoria

APRAXIA DA FALA NA INFÂNCIA: O QUE É?

Conteúdo extraído de Apraxia Brasil e Atraso na Fala.

O ato de falar é realmente surpreendente! Falar envolve nosso cérebro, partes da nossa face, da boca, língua, mandíbula, os músculos que estão ao redor destas partes, e os caminhos do cérebro até os músculos. Seguir esses caminhos para descobrir como falar é o grande problema para as crianças com Apraxia.

Apraxia de Fala na Infância é um grave distúrbio motor na fala, de ordem neurológica, que afeta a habilidade da criança em produzir e sequencializar os sons da fala. A criança tem a ideia do que quer comunicar,mas seu cérebro falha ao planejar e programar a sequência de movimentos e gestos motores da mandíbula, dos lábios e da língua para produzir sons para formar sílabas, palavras e frases. Elas não conseguem planejar os movimentos para a fala ocorrer no tempo certo, na ordem certa para que as palavras sejam produzidas.

Uma característica observada nas crianças pequenas é que a sua fala é muito limitada, com pouco repertório, podendo apresentar também fala de difícil compreensão. É sempre importante lembrar, que quando uma criança apresenta um “atraso na fala”, é preciso pensar em vários fatores que podem justificar este atraso e a Apraxia de Fala pode apenas ser um deles. Se você tem dúvidas se o desenvolvimento da fala de seu filho ou filha está adequado, procure ajuda. Busque um diagnóstico correto com um profissional de Fonoaudiologia.

Quais são os sinais? O que uma criança pode apresentar?

• Bebês quietos. Os pais percebem que vocalizam/balbuciam pouco;
• As primeiras palavras como “mamãe” e “papai” aparecem mais tarde (depois de 14 meses)
• A criança com Apraxia, geralmente compreendem tudo o que falamos com ela, mas ela não consegue se expressar bem. Os pais notam uma discrepância entre a compreensão e a recepção;
• Não consegue produzir adequadamente os sons da fala. Fala apenas as vogais ou falam apenas as primeiras sílabas ou ainda, consegue apenas falar os sons mais fáceis como o som o P, do M e os demais não consegue.
• Apresenta dificuldade para imitar palavras e frases (fala apenas sílabas isoladas);
• Apresenta mais facilidade para falar palavras mais curtas, como “oi”, “dá”….porém para palavras mais longas, di ou trissílabas, já não consegue manter a sequência correta de sílabas.
• Tem dificuldade para falar todas as vogais.
• Na alimentação, pode ser confusas e distraídas. Pode colocar a comida na boca e não saber o que fazer com o alimento.
• Pode ter dificuldade para escovar os dentes.
• Os movimentos orais, como colocar a língua para fora, lateralizar a língua dentro e fora da boca, encher as bochechas podem estão alterados. O sopro é fraco tendo dificuldade para encher bexigas, para soprar língua de sogra, entre outras ações.
• A prosódia ou melodia da fala é afetada. Parece falar sempre no mesmo “tom”.
• Pode ter uma coordenação motora global e coordenação motora fina também podem estar prejudicadas: dificuldades em correr, pular, segurar o lápis adequadamente, em atividades manuais e jogos de encaixe, por exemplo.
• Pode ter histórico familiar para atraso na fala.
• Crianças com Apraxia pode ter dificuldades escolares e também podem apresentar dificuldades emocionais: os pais percebem que a criança até tenta falar, mas não consegue e isso pode causar frustração, baixo auto-estima, agressivas e irritadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *